Famílias do sertão sergipano, que estão enfrentando grandes dificuldades com a seca da região, foram surpreendidas no sábado, 22 de abril, com a visita de uma carreata de membros da Igreja do Evangelho Quadrangular Jardins carregados de amor, palavras de esperança, doações de alimentos e de água arrecadados durante um mês e meio. Foram distribuídos em dez povoados do Município de Poço Redondo 90 mil litros de água em caminhões-pipa, 17 mil litros de água em galões e 600 cestas básicas.

 

“Em muitos dos lugares que fomos, seria preciso meses e meses de chuva constante para que a situação se reverta, mas acreditamos que o pouco que conseguimos fazer foi muito importante para aquelas famílias e para nós também. Cada gesto esteve acompanhado da presença de Deus e Ele cuidará dessas pessoas”, considerou o pastor Luiz Antonio.

 

Moradores se emocionaram ao verem cisternas de vizinhanças sendo cheias após a espera de muitos meses sem água. Mães e crianças celebravam o recebimento de alimentos para a dispensa antes vazia e os homens carregavam os galões de água com o carinho que se leva um objeto precioso. Nesse período, na terra seca com sol expressivo, quase não se via o verde do plantio e os poucos animais apresentavam fragilidade por dificilmente se alimentarem.

 

Dona Jucileide, do Povoado Flor da Serra, destacou: “é um prazer enorme estar recebendo essa carrada água hoje! Minha cisterna estava seca, não tinha um pingo dágua, e graças a Deus está sendo cheia hoje. Ela abastece toda a nossa vizinhança aqui, estamos muito gratos!”. A ação foi gratificante especialmente para as dezenas de voluntários presentes, porque em cada abraço e palavra de fé em Jesus que aquelas famílias recebiam eram retribuídos com sorrisos ou lágrimas de alegria. E além de tudo, foi reforçada a necessidade de se valorizar a água sem qualquer desperdício.

 

A voluntária Lorena Lima comentou: “ouvi muitas histórias, chorei muitas vezes, vi meus filhos naquelas crianças, vi meus pais naqueles idosos sem assistência. Nós demos a eles pão e água, eles nos deram ensinamentos. De agradecer, de confiar em Deus sempre, de repartir, de perceber que não vale a pena estar confortável se o irmão não está. Gratidão. Reflexão. Que venham outras campanhas como essa”.

 

Por Raissa Cruz

compartilhar...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone